Cenourinha ou vermelhão?

Cenourinha ou vermelhão?

0
COMPARTILHAR

Se tem uma coisa que muda muito em mim além do peso é meu cabelo. Ele já foi de muitos tons de vermelho, eu quase nem lembro mais da cor natural dele.

Cabelin

E a que tudo indica, vermelho é uma das cores queridinhas da temporada. E se você ai, minha amiga, esta pensando em colorir as madeixas nesta tonalidade, pense bem: ser ruiva da trabalho. Não estou aqui para dar dicas de especialista em química, porque né, não sou! Vou contar um pouquinho para vocês de como é manter o cabelin nesta cor.

Esta tonalidade talvez seja a que mais desbote. Você passa um tom lindo de vermelhão hoje e uma semana depois seu cabelo esta num laranja neon. Os retoques de cor precisam acontecer com frequência.

Desbota não é? Então, o seu cabelinho vai ficar ressecado mais rápido também. Portando além de usar uma boa tintura você vai precisar de bons shampoos e excelente condicionadores. Ah! Não se esqueça do sol, usar leave-in com protetor solar é indispensável.

Embora desbote (repetindo porque desbota mesmo!), vermelho é a cor mais difícil de tirar depois. Sim, ele desbota, mas também faz com que os fios percam um pouco da capacidade de “segurar” a cor. Assim, qualquer outra cor que você passe depois, sairá mais rápido, e aquele avermelhado irá aparecer.

Não se esqueça de que nem toda cor de cabelo combina com todos os tons de pele. Pois bem, com vermelho é mesma coisa. Todo mundo pode usar, mas escolha um tom que combine não só com sua pele, mas também com sua personalidade. Este ponto pra mim é mais fácil, com essa minha cor branco leite, tudo destaca, mas tenho que tomar cuidado pra não ficar mais pálida.

E sim, claro: custa caro. Afinal, não basta escolher uma tinta de qualidade, você precisará retocar com frequência e usar bons produtos para hidratar sempre. Isto, nós sabemos que não sai barato, além de exigir tempo. Portado, você precisar reservar dindim e tempo.

Vale lembrar que o que realmente estraga o cabelo não é só a química, mas a falta de cuidados no pós química. Meus cabelins tem coloração, pó descolorante, progressiva e ufa, estão aqui, firmes e fortes, brilhando e macios.

Outro ponto importante, se você não é especialista e quer fazer mudanças no seu cabelo, procure um profissional, sempre! Ok, eu já pintei cabelo em casa sim, e retoco hoje também, mas aprendi que essa “economia” pode custar mais caro depois. E o que me inspirou a escrever este post hoje, foi justamente isto. Li esta semana uma menina contando no blog dela a ultima confusão em seus cabelos.

Ela tem o costume de fazer tudo em casa. Procura e testas produtos, e com a internet, isso fica muito fácil. Pois bem, desta vez a coisa complicou. Ela resolveu passar um selante, que nada mais é que progressiva misturada com creme, e depois tingir os fios porque a selagem desbota. O que ela não sabia, é que o selante fecha as cutículas do cabelo, assim, a cor não pegou e o resultado foi desastroso. No fim, ela precisou de mais truques pra deixar o cabelo apresentável, mas agora esta com uma vassourinha na cabeça.

Por isso mesmo que eu, orientada pela Dany, sempre faço primeiro a coloração, mesmo que desbote, primeiro. Usamos um ou dois tons acima do que realmente quero. Assim ao desbotar, vai ficar uma cor legal e a tinta pega.

Cansou de ler e já esta desistindo? Desiste não amiga. Eu amo esta cor de cabelo e por isso encaro a saga.

Bjins

 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorLeite de Pentear – Tânagra
Próximo artigoWishlist Junho
Apaixonada pela vida e pelas pessoas. Louca e consumista, não resisto a mimos... Sou uma eterna criança que faz o que gosta e é feliz! =)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA